HABILIDADES DE UMA POMPOARISTA

 

O que consegue fazer com a sua vagina? Os movimentos básicos que a pompoarista pode realizar durante o acto sexual são: Revirginar – contrair com força o esfíncter vaginal (músculo de entrada da vagina), impedindo ou dificultando a penetração do pénis. Recupera, para ambos, a sensação da virgindade, com a “dificuldade” da penetração. Ordenhar ou Dedilhar – contrair individualmente os anéis circunvaginais de forma sequencial, pressionando o pénis. A contracção começa na entrada da vagina em direcção ao útero. Chupitar – simular com a vagina a movimentação que os bebés fazem com a boca quando estão a usar a chupeta, com movimentos vaginais constantes, soltar, sugar, soltar, sugar. No romance “A Descoberta da América pelos Turcos”, de Jorge Amado, existem personagens que chupitam com a vagina. Sugar – o pénis penetra na vagina apenas com o auxílio dos movimentos musculares da mesma. Massajar o pénis – movimentar alternadamente os músculos, variando a intensidade de cada um entre fraca, média ou forte. Apertar – prática utilizada para retardar a ejaculação do homem. Consiste em contrair fortemente o anel circunvaginal na base do pénis. Travar ou agarrar – manter o pénis no interior da vagina, preso pelos anéis musculares, através da contracção da musculatura vaginal, impedindo a sua saída. Expelir – forçar a saída do pénis ou vibrador da vagina. A capacidade de efectuar esses movimentos, que transformam o sexo num momento de puro êxtase, é parte do resultado da aprendizagem da técnica de pompoar.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *